SHS

TERÇA-FEIRA, 02 DE SETEMBRO DE 2014

?>

FIM DOS JORNAIS?

Perguntar se os jornais e outros meios de informação impressos estão com os dias contados ante a onipresença dos meios virtuais – web, internet – virou lugar-comum. E não falta quem se disponha a marcar uma data: os jornais estão em processo de desaparecimento acelerado, coisa de mais 5 a 10 anos, e não passa  leia mais.

  • Washington

    • Sou Washington Araújo, jornalista, escritor e professor. Acredito que ‘a Terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos’.

      (mais…)

      COMENTE AQUI
        leia mais.

      ">

  • Cultura

    • A conquista do paraíso?

      Historiadores afirmam que antes da chegada dos europeus à América havia aproximadamente 100 milhões de índios no continente. Só em território brasileiro, esse número chegava 5 milhões de nativos, aproximadamente.

      (mais…)

      COMENTE AQUI
        leia mais.

      ">
  • Último Assentamento

    • Veneza, abismo da alma

      Está ali no mar Adriático. Mas não está sozinha. Está acompanhada, aliás, bem acompanhada, por nada menos que 120 ilhas. Em cada ilha, lado a lado, o sonho de um dia vir a ser continente. E existem os canais. Ao todo 177 que se espalham na laguna entre a foz dos rios Po e Piave. Encontro-me em Veneza. Em um bonito dia de Setembro de 1998. Além da geografia que aprendi nos bancos escolares e além das representações de Colombinas e Pierrôs apaixonados nos carnavais dessa cidade cinematográfica, Veneza me faz lembrar Shakespeare. E penso ver dobrar em uma esquina o seu Mercador e já noutra algum membro da família Capuletto. Veneza e Verona parecem palcos armados para encenar as mais lancinantes tragédias da vida humana, aquelas que tratam da luta pelo amor, da luta pela justiça e da luta pela liberdade. Não existem forças mais poderosas a atiçar a imaginação humana que essas três. E também não existem chamamentos humanos mais eficazes que essa convocação para demonstrar ao longo da existência que esta pode valer a pena ser vivida.

      (mais…)

    • Autoestima na era da informação

      OS JORNALISTAS SABEM QUE informação é poder. Por isso é importante medir o que dizemos e, sobretudo, a quem dizemos. Às vezes encontramos pessoas que rompem imediatamente o protocolo e nos transformam em parte integrante de suas vidas. Mas o que pode ser entendido como um ato de confiança também envolve riscos: quando nos transformam em seus confidentes, esses indivíduos nos incluem em seu círculo íntimo e nos obrigam a acompanhar sua evolução pessoal. Dito de outra forma: nós nos transformamos em espectadores forçados de um mundo pessoal que até então desconhecíamos.
      Além da pressão gerada por ouvir confi dências, há o perigo do qual nos previne Nietzsche: o outro pode estar esperando de nós uma atitude de confiança semelhante para, assim, completar o círculo iniciado por ele.
      Por tudo isso, é importante sermos cuidadosos ao escutar – reservando o entusiasmo para as pessoas mais íntimas – e ainda mais cuidadosos ao falar.
      Precisamos amar a nós mesmos para sermos capazes de nos tolerar e não levar uma vida errante.

      (mais…)

      COMENTE AQUI
        leia mais.

      ">
    • Os índios são anteriores ao tempo.

    • Momentos felizes

      QUANDO PERDEMOS DE VISTA nossos objetivos fundamentais, somos dominados pelo estresse e pela desorientação. A sensação de “trabalhar muito para nada” e o esgotamento que dificulta a concentração podem ser combatidos com a definição de uma meta clara, que ofereça sentido ao que estamos fazendo nos bons e nos maus momentos.

      (mais…)

    • Uma máquina capaz de transportar árvores e relocalizá-las

      É difícil não ficar apaixonado pelo engenho que a empresa australiana Vicroads criou para transportar árvores que, por algum motivo, precisam sair de um ponto para outro. Neste caso, as obras entre duas estradas em Berwick, nos arredores de Melbourne, obrigava à recolocação de algumas árvores. De forma rápida e eficaz, e sem agredir o ambiente, a Vicroads tratou do assunto.

      (mais…)

      COMENTE AQUI
        leia mais.

      ">

É difícil não ficar apaixonado pelo engenho que a empresa australiana Vicroads criou para transportar árvores que, por algum motivo, precisam...

Casal investiu recursos próprios em barco que fica baseado em Malta Um casal de milionários italianos lançou o que...

Para atingir o sucesso profissional é necessário entender a importância de não se acomodar e buscar o aprimoramento contínuo,...

Poucas vezes um poema me tocou tanto quanto esse da Coralina. Quando ela o escreveu já passava dos 70...

Desta segunda até a próxima sexta-feira, concursos públicos abrem 1.089 vagas em diversos locais do País. Há oportunidades para...

Um relatório divulgado nesta quinta-feira na reunião da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas, destacou o Brasil...

  LUIZ ZANIN VENEZA – O primeiro filme italiano em concurso, Anime Nere (Almas Negras), de Francesco Munzi, agradou...

A vida passa depressa demais ante nossos olhos. Esta pressa impede que vejamos uma multidão de pessoas que em...

Canto, danças e muita animação. Uma plateia repleta de jovens ansiosos para ouvir as palavras do teólogo e filósofo...

Em luta por anos aos ataques de especuladores imobiliários espanhóis contra suas quatro aldeias, o povo indígena Tremembé, do...

  • Cidadão Mundo Lê

    • Reflexões sobre o bullying

      Por Breno Rosostolato*

      Bullying é um termo inglês originário de bully, que significa “valentão” ou “tiranete” que, especificamente, é aquele que abusa de sua autoridade ou posição para oprimir os que dele dependem. O termo bullying designa os atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender. Este comportamento agressivo possui uma forma direta como apelidos, xingamentos,roubos e gestos ofensivos, a forma indireta está relacionada com difamações, isolamento e indiferença, ou seja, quando a vítima está ausente.

      (mais…)

      COMENTE AQUI
        leia mais.

      ">

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Anped
  • Observatorio da imprensa
  • http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
show
 
close

Fatal error: Cannot use object of type stdClass as array in /home/cidadao/public_html/wp-content/plugins/social-toolbar/social-toolbar.php on line 277