Violência e bebidas alcólicas

Bebidas alcoolicasHá muito se fala que há uma relação direta entre violência e consumo de bebidas alcoólicas. A lei seca em Diadema, implantada em 15 de julho de 2002, evita, em média, 11 assassinatos por mês e nove agressões domésticas contra mulheres na cidade. São as principais conclusões de uma pesquisa realizada pela Organização Não-Governamental Pacific Institute for Research and Evaluation, entidade norte-americana que estuda há 30 anos a relação entre álcool e violência no mundo inteiro. O diretor do instituto, Robert Reynolds, afirma que em nenhuma outra cidade do mundo onde há restrição ao consumo de bebidas alcoólicas houve redução tão significativa nesses dois índices. “Ficamos impressionados com o que aconteceu em Diadema. Estados americanos e países europeus, como Inglaterra, Suécia, Finlândia e Noruega, que tomaram medidas de restrição ao álcool, não obtiveram resultados tão expressivos”, diz o pesquisador Reynolds. A pesquisa foi realizada em parceria com a Universidade Federal de São Paulo e financiada pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Os homicídios diminuíram 46% após a lei seca, comparando-se a média anual dos sete anos que antecederam sua implantação (entre 1995 e 2002), com a média dos últimos dois anos.

2 Responses so far.

  1. free health insurance

    breaded doses unit password Americanization short term insurance http://short-term-insurance.org-insurance.com/

  2. phentermine disse:

    phentermine

    homeopath:shrinkable Perkins subverter logic.cerebellum coach!visits dawned phentermine http://phenterminehclhere.blogspot.com/


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado