Aprendendo com um índio kiriri

Um indio kiririCerta vez um índio kiriri, do sertão da Bahia, disse-me que nós brancos não entendíamos a relação do índio com a terra. Ele disse que para nós a terra era um patrimônio, um símbolo de riqueza, e que para eles, os índios, era a extensão de sua própria vida. Pois bem, a boa notícia é que a quantidade e a área dos territórios indígenas no Brasil aumentaram entre 1992 e 2001. Os dados estão no estudo Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS) – 2004, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 1992, havia 172 parques e terras indígenas delimitados, homologados e registrados no Brasil, ocupando uma área de 39 milhões de hectares. Em 2001, esse número subiu para 319 áreas e 87 milhões de hectares — um aumento de 47,9 milhões de hectares em nove anos. Segundo a Constituição, terras indígenas são aquelas que eles habitam em caráter permanente e utilizam para produzir. Defender os povos indígenas é assegurar a sua liberdade de escolha, de poder dispor de suas terras, de observar seus costumes, ritos e tradições. O resto é conversa de branco.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado