Egípcio esfaqueou quatro filhas!

Viol ncia familiar no EgitoHá algum tempo, um egípcio esfaqueou até a morte quatro de suas filhas enquanto dormiam e feriu outras três pela “vergonha” que sentia por não ter tido um filho depois de 18 anos de casamento, informou a polícia. Agora leio no jornal Folha de S.Paulo que um homem é suspeito de matar a facadas o vizinho no bairro da Vila Guaíra, em Curitiba, na segunda-feira. O motivo seria o nome do cachorro, igual ao da mulher do suposto agressor. De acordo com policiais militares do 13º Batalhão que atenderam a ocorrência, o crime ocorreu por volta das 18h30, na rua João Fagundes Machado. Segundo testemunhas, o agressor seria Marcos Aurélio Nunes. A vítima, Eudivino Lopes, 57, levou quatro facadas e foi encaminhada, em estado grave, para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba, onde morreu meia hora depois. Os policiais não descobriram o nome que a vítima teria dado ao cão. Dois casos típicos do século XXI. Estresse mental, estresse moral e de quebra, a banalização da violência.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado