Bumba meu boiUm Seminário para discutir políticas para a cultura popular está movimentando Brasília. O objetivo é formular propostas a serem entregues ao Ministério da Cultura. Bumba-meu-boi, violas de cocho e caipira, samba de roda, chula, maracatu, carimbó e até hip-hop são alvos das propostas. Estas são expressões diversas das comunidades e envolvem danças, festas, artesanato, culinária, roupas e costumes. Quinze oficinas realizadas em diferentes estados foram o primeiro passo para a elaboração do documento final. Ao todo, mais de mil pessoas participaram das discussões. Para colocar os projetos em prática, a verba para a secretaria da Identidade e Diversidade foi ampliada. No ano passado, a secretaria recebeu R$ 2,5 milhões. O orçamento para este ano será de R$ 4,5 milhões. São esperados trezentos artistas populares e 623 delegados – entre produtores, mestres populares, pesquisadores e organizações não-governamentais -, além do público em geral. Iniciativa como estas ajudam a revelar um país realmente rico em bens culturais. Afinal, o conhecimento não é apenas aquele produzido na Academia, mas sim, aquele que nasce nas raízes das comunidades.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado