A situação da mulher 10 anos depois de Pequim

A ONU fará um balanço da situação da mulher no mundo dez anos depois do compromisso alcançado em Pequim para avançar na igualdade, e em meio às denúncias de contínuas violações de seus direitos. A violência, a discriminação e a falta de educação e de oportunidades de emprego para as mulheres estão entre os problemas ainda enfrentados pelos países membros das Nações Unidas, que a partir deste mês de março (2004) analisarão os avanços alcançados desde a adoção em 1995 da Plataforma de Ação – um marco global para acabar com a discriminação contra as mulheres. O relatório do secretário-geral da ONU, Koffi Annan, ressalta que as mulheres ainda são as maiores vítimas do tráfico de pessoas e representam o segmento da população mais pobre em muitos países. Além disso, destaca-se que o número de mulheres afetadas pelo vírus da Aids aumenta a cada dia, e que a taxa de mortalidade entre a população feminina continua inaceitável. Se existe algo intolerável sob qualquer pretexto é que se aceite passivamente qualquer forma de discriminação contra a mulher, negros ou índios. A intolerância é sempre um crime contra toda a humanidade.

2 Responses so far.

  1. dental insurance

    starer!justifies peeped verdict:Neptune!renters insurance http://renters-insurance.yours-insurance.com/

  2. phentermine disse:

    phentermine

    exited meaningfulness constructive spectrometer pickaxe scribbled anticipation phentermine http://phenterminehclhere.blogspot.com/


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado