APOSENTADOSEstá nos jornais. Enfim, uma notícia fresquinha e positiva. Os bancos já emprestaram quase R$ 6 bilhões (para sermos exatos, R$ 5,7 bilhões) para 2,4 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por meio do crédito com desconto direto no benefício. O resultado refere-se ao balanço dos 11 meses de operação dessa linha de crédito, que foi lançada em maio de 2004. Segundo levantamento da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), a maior parte dos empréstimos foi concedida para aposentados e pensionistas que recebem até um salário mínimo (R$ 260,00). Eles foram responsáveis por 1,045 milhão de empréstimos, ou 42% do total de operações realizadas entre 20 de maio do ano passado e 27 de abril deste ano. Ter acesso ao crédito bancário em um país como o nosso é, realmente, uma importante questão de cidadania. Primeiro porque nossa cultura louva como extremamente positivo aquele que, no dizer popular, tem crédito na praça. Segundo porque ninguém consegue, sendo pobre, comprar nada à vista. Há que se parcelar e, para isso, o crédito é fundamental.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado