Baixa qualidade nos programas de TV

Baixa qualidade na TVHá que se repensar as grades de programação das nossas TVs. Boa parte da programação vem recheada de cenas de violência, de invasão de privacidade, de maus-tratos com idosos e por aí vai. Muitos jovens vêem a televisão como expressão da realidade. O que aparece na televisão é recebido como algo legítimo, correto, adequado à satisfação de suas necessidades. O vírus do consumismo, isso mesmo, o consumismo estabanado e geralmente por coisas ou itens superflúos é outro grave problema a requerer a atenção dos pais e das poíticas públicas de comunicação no país. Cerca de 60% dos pais que têm filhos jovens são contra propagandas de telefones celulares criadas para “seduzir” crianças e, principalmente, adolescentes. É o que diz um um estudo da GMIPoll que ouviu 5.680 mães e pais de 13 países diferentes no mês passado. A opinião dos brasileiros não faz parte da pesquisa. Os países com pontos de vista mais divergentes foram o México e o Canadá. No Mèxico, 19% dos pais disseram ser contra esse tipo de propaganda, enquanto que no Canadá 63% são contra. Os pais óuvidos também demonstraram sua desaprovação co m a propaganda de comidas não-saudáveis e aquelas que induzem os jovens a participarem dos chamados reality-shows. Portanto, não podemos ver pesquisas como esta de forma isolada…

2 Responses so far.

  1. Isa disse:

    nossa!!! adorei essa reportagem!!!!!!!!

    muito bom…

  2. jhessyca disse:

    naao e reportagem naaao isa kkkk… e artigo burra…


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado