Bons exemplos que vêm do Japão

Junichiro KuizumiO efeito estufa, provocado principalmente pelo aumento e consumo de energia e pela emissão de gases na atmosfera começa a ser atacado de forma, vamos dizer, insólita, pelo governo do Japão. É que o governo japonês aprovou uma campanha para convencer os funcionários de escritórios a abandonar os ternos e gravatas durante o verão. Com isso, espera-se reduzir sensivelmente o uso de ar-condicionado. Isso deve-se à constatação de que nos próximos três meses, a temperatura e a sensação de umidade chegam a níveis muito altos, em muitas cidades japnesas. O Japão, neste momento, está bastante longe de cumprir suas metas no Protocolo de Kyoto e o governo espera conseguir melhorar seu desempenho com a nova campanha. Sabendo da resistência dos japoneses a se vestir mais informalmente –muitos dizem que sentem muito desconfortáveis sem a formalidade dos ternos–, o governo decidiu lançar a campanha e convocar tanto políticos como altos executivos a lançar a moda. A partir deste mês os ministros do governo devem adotar um visual mais casual, usando camisas de botões com colarinho. Os parlamentares também foram convidados a deixar o terno em casa na maioria das sessões. Ou seja, para fazer valer o famoso Protocolo de Kyoto, que busca proteger a atmofera do planeta, vale tudo, inclusive alterar hábitos consagrados há muito tempo. Ponto para o Japão.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado