Afinal, a humanidade é como um pássaro

Neste momento decisivo na história da espécie humana, em que temores de guerras imprevistas surgem de várias partes do mundo, há que se convir que, para o estabelecimento da paz mundial, um dos pré-requisitos mais importantes, embora ainda dos menos reconhecidos, é a emancipação da mulher. Ou seja, a concretização da plena igualdade entre os sexos. Vejamos a atuação da mulher na política recente do Brasil. Em 1998 tínhamos 35 deputadas federais e hoje podemos contar com a energia e o talento de nada menos que 44 deputadas federais eleitas em 2002. Já no Senado Federal, vemos que se em 1998 tínhamos cinco senadoras eleitas, em 2002 passamos a ter nove, vindas de nove diferentes estados da Federação. Contamos também com duas governadoras (no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Norte), e seis vice-governadoras. No executivo, temos quatro mulheres que chefiam ministérios, como os do Meio Ambiente e o das Minas e Energia. O Brasil está avançando e democratizando o acesso das mulheres a elevados postos de governo e de liderança política e social. Afinal, se a humanidade é um pássaro, uma asa é o homem e a outra a mulher. Sem o equilíbrio das asas o pássaro não voa.

One Response so far.

  1. insurance price

    wastes wartime pouting Coventry gossiped insurance rates http://insurance-rates.1more-insurance.com/


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado