Discutindo desemprego com os pais

Primeiro EmpregoA situação de desemprego que assola o país tem um lado ainda mais cruel. Trata-se do desemprego entre a juventude. Sempre soubemos que futebol e opções de lazer sempre fizeram a cabeça dos nossos jovens. Mas, tendo em mãos a pesquisa Perfil da Juventude Brasileira, constatei que tema quente e que mais chama a atenção da juventude brasileira é nada menos que o binômio emprego/profissão. E isso é assim, porque lamentavelmente, o mundo do trabalho reserva um espaço ainda pequeno para essa faixa etária. O Instituto Cidadania revela que o desemprego entre os que têm de 16 a 24 anos é três vezes maior (26,5%) do que entre os adultos (9%). De 1991 a 2000, o nível global de emprego para os jovens decresceu em mais da metade. Cerca de 20% dos jovens entrevistados disseram que uma das piores coisas de ser jovem é a falta de trabalho, de emprego. É uma lástima que associem desemprego com juventude. O tema emprego/profissão é tão importante que 68% dos jovens entrevistados afirmaram que gostariam de discuti-lo com seus pais. É chegado o momento para os pais tratarem de emprego e profissão com seus filhos assim que esses começarem a demonstrar interesse pelo futuro. O futuro deveria ser sempre fonte de otimismo e de esperança e não de angústia!


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado