A renda de 85% das famílias brasileiras não é suficiente para chegar ao fim do mês. Ou seja, o dinheiro acaba e o mês continua. Este dado é resultado da última pesquisa sobre orçamento familiar feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já tínhamos uma forte impressão de que o dinheiro andava muito curto, que as pessoas ficavam penduradas no cheque especial (isso quando tinham o cheque especial) e também que o número de desempregados e subempregados cresceu muito nos últimos dez anos. Sabemos que a distribuição de renda no Brasil é uma das piores do mundo. Um antigo ditado latino dizia que ser justo significava dar a cada um o que é seu. Poucos têm muito e muitos têm pouco, ou quase nada. É triste ver que a riqueza fica concentrada nas mãos da minoria, mesmo em um país tão rico em recursos naturais, com boa infra-estrutura e que é a 15a. economia do planeta.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado