MST: O movimento dos ‘sem tela’

A Internet está definitivamente integrada à vida do brasileiro. Dos 5.500 municípios brasileiros, 1.500 possuem provedores locais para acesso à rede. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, divulgada no ano passado, informa que cerca de 26,7 milhões de brasileiros têm acesso à Internet. Isto mostra que a inclusão digital cresce a cada novo levantamento. Hoje, podemos pagar contas pela Internet, fazer compras de passagens tanto de ônibus quanto de avião, adquirir livros, CDs e eletrodomésticos em geral. Por meio da Internet podemos conferir notícias de centenas de jornais e revistas, ouvir emissoras de rádio tanto do Brasil quanto do exterior, saber sobre o clima em várias cidades do mundo e também que filme está em cartaz nos cinemas da cidade. Além disso, estudantes podem rapidamente ter acesso a enciclopédias e bibliotecas virtuais. A concorrência entre provedores de acesso à ‘grande rede’ é acirrada, não obstante a existência de provedores inteiramente grátis. Com esta rede mundial ligando computadores de todo o mundo, podemos afirmar que vivemos em uma grande aldeia global. Mas, como tudo na vida, a Internet é um campo vasto para o exercí­cio do direito de decidir o que acessar e o que não acessar.

One Response so far.

  1. health insurance quotes

    asymptomatically bijections irrelevances sincerity yellowing commercial insurance http://commercial-insurance.org-insurance.com/


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado