Cade a certidao de nascimentoPor ano, mais de 800 mil crianças nascem no Brasil e deixam de ser registradas. A maioria delas vive em áreas rurais. Por isso, é importante que ajudemos as iniciativas das Organizações da sociedade civil de nossa cidade, visando registrar o maior número de crianças. Já foi até criado o Dia de Mobilização Rural pelo Registro de Nascimento. Como sabemos, a certidão de nascimento é o primeiro documento para o exercício da cidadania. É através da certidão que podem ser feitas estatísticas confiáveis que vão desde o número da população nacional, até o número de crianças que estão ou que não estão matriculadas em escolas. Se você conhece alguém que ainda não registrou o filho, oriente-o a ir a um cartório. O serviço além de rápido e estar disponível em todo o Brasil, é por lei, totalmente gratuito. Esta é uma questão de direito.

2 Responses so far.

  1. Good observation, your ideas are right on.

  2. Alda Pinto Menine disse:

    A Ordem dos Advogados do Rio Grande do Sul, pela sua Comissão Especial da Criança e do Adolescente, realiza sistematicamente Ações de Cidadania visando o Registro de Nascimento Tardio. Nas três edições realizadas desde o final do ano passado, os advogados da Comissão, juntamente com o Dirigente da Ordem, Dr. Cláudio Lamachia, trabalhando voluntariamente, nos finais de semana, atenderam mais cem famílias com crianças e adolescente em situação de não-registro, de reconhecimento de paternidade ou de outros problemas referentes à registro civil. Orgulha-se a Ordem gaúcha por ter trazido da clandestinidade esses brasileiros que não tinham cidadania. Orgulho-me por pertencer a essa entidade de classe, comprometida com as questões sociais que não mede esforços para se dirigir a locais longínquos e lá, junto com as pessoas, trazer ao mundo e à vida, pessoas que viviam no obscurantismo dos direitos humanos.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado