Acesso à universidade, luxo de poucos

Vestibular    luxo de poucosA verdade é que existem poucas vagas nas universidades brasileiras. E o resultado já se sabe. O vestibular se torna um funil praticamente intransponível. Milhares de jovens perdem o ritmo de estudo e têm que encarar o mercado de trabalho, que é uma outra luta, muitas vezes inglória. A única alternativa é trabalhar para a implantação de um programa consistente para ampliar vagas no sistema público e a melhoria do ensino do nível básico e médio. Com isso poderemos efetivamente democratizar e facilitar o acesso às universidades públicas. A boa notícia é que essa alternativa ganhou força através de um consenso tirado de uma reunião dos reitores das quatro universidades públicas federais do Rio de Janeiro, dentre estas, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Universidade Federal Fluminense (UFF). Pesou também a constatação de que apenas 2% de jovens brasileiros estão nas escolas públicas de ensino superior. Mas com a existência de uma reserva de 40% das vagas, apenas 0,8% da população entre 18 e 24 anos está sendo beneficiada.

3 Responses so far.

  1. Luz Dourada disse:

    Aqui dificulta-se o acesso a vários cursos – Medicina, por exemplo – e depois os hospitais não têm médicos suficientes, na provincia…

  2. katia disse:

    O site é otimo

  3. jessica Nunes Araújo disse:

    As universidades no Brasil realmente são para os ricos,sempre sonhei em cursar medicina
    e só posso tenter nas federais que são minhas únicas esperanças,mas al´em disso tenho que concorrer com os que estudaram em colégios particulares a vida toda,onde o ensino é mais forte,
    não quero dizer que nao sou capaz,pq estudo muito,mas acredito que as federais só deveriam ser destinadas a pessoas com poucas condições,o que na verdade não acontece.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado