Freqüentemente, reagimos com indignação sempre que alguém viola algum dos nossos direitos. Mas existem coisas que fazemos, muitas vezes sem pensar, que violam os direitos dos outros e terminam também nos prejudicando. Por exemplo, se achamos um absurdo que qualquer chuvinha possa alagar a cidade, jamais devemos jogar lixo nas ruas. Se consideramos inaceitável a ação de cambistas em shows, jamais deveríamos comprar ingressos vendidos por deles, nem que para isso tivéssemos que perder o espetáculo. Se achamos no mínimo caótico o trânsito da cidade, jamais deveríamos fechar um cruzamento. E assim por diante. Reclamar é sempre mais fácil, e ajuda a aliviar a tensão nossa de cada dia. Mas, se agirmos como cidadãos, veremos que a nossa e a vida dos outros melhorariam substancialmente.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado