Mídia e baixaria

Violencia na TV“Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. O ditado popular tem sido empregado em várias situações do nosso cotidiano. Cresce o número de jornais e revistas que fazem matérias sobre a baixa qualidade de nossos programas de TV. Estão sendo, inclusive, reportagens de capa de algumas revistas semanais. A mobilização de toda a sociedade para elevar o nível de nossa programação televisiva é indispensável para que possamos, em breve, ter uma agenda positiva em nossa “telinha mágica”. Que sejam desativados os circos de horrores, os bate-bocas nas periferias de nossas cidades, as tais pegadinhas infames – que sempre ridicularizam pessoas de pouca instrução –, o uso e abuso de expressões pejorativas, de armações apresentadas como se fossem reais, espontâneas. Enquanto as coisas não melhoram nessa área, dispomos de uma forma eficiente para influir nessa questão. Trata-se do uso mais freqüente do controle remoto. Criar o hábito de alternar de um canal para outro é uma forma de pressionar por mudanças nas grades de programação.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado