Quando algo de humano se espatifa

Dignidade violadaOutro dia vi uma cena e senti algo de humano se espatifando dentro de mim. Era uma mãe de 30 ou 35 anos de idade, embaixo de uma árvore, dando de mamar a uma criança recém-nascida e uma outra brincando à sua volta, com dois ou três anos de idade. Isso me fez lembrar do Estatuto da Criança e do Adolescente. Em seu artigo 5º, lemos o seguinte: “Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais.” Aquela mãe e seus dois filhos me fizeram constatar que ainda é imensa a distância existente entre o que diz o texto da lei e a vida real. Infelizmente, cenas como essa devem se repetir milhares de vezes no Brasil. Será que os governantes e as muitas entidades da sociedade civil não poderiam oferecer algo mais concreto àquela mãe e aos seus dois filhos?

5 Responses so far.

  1. Thais disse:

    Você viu esta cena debaixo de uma árvore?Eu vejo debaixo de viadutos.Suas casas são caixas de papelão,um fogão feito de tijolos,outras crianças menores,brincam ali de baixo,o pai bêbado,,cachorros amarrados com cordas,O lugar fede.Essas mesmas crianças não tem nenhum receio de atacar os que por ali passam.E não dá tempo nem de olha-los direito, o mêdo toma conta.As lágrimas descem dos meus olhos e fico pensando e este programa nojento chamado ‘CRIANÇA ESPERANÇA” QUEM RECEBE DE FATO TODA ESSA GRANA? Porque nossas crianças estão pelas ruas,dali,é um passo para a cracolândia a prostituição…eu não aguento mais viver neste mundo não mesmo.

  2. Thais disse:

    Foi na comunidade de sabonetes que sou filiada,que uma pessoa indicou esta página.Tenho muitas dificuldades de navegar…A propósito o que é trackback?
    Tudo isso aqui é muito lindo!Mas me deprime um pouco.

  3. Dad disse:

    Para a Thais eu digo aqui de Portugal:
    Minha amiga este é o mundo em que vivemos; aí talvez um pouco pior do que aqui no meu país porque é mais pequeno, mas o que temos é de aguentar as nossas lágrimas e procurar o pessoal que acredita que pode mudar e juntarmo-nos a eles. Sempre se disse que a união faz a força! É isso que temos que fazer. Há uma balada da revolução em Portugal que diz assim: “tu sózinho não és nada, juntos teremos o mundo na mão”!
    Não desanimes e acredita: com a ajuda de todos nós o mundo mudará um dia sim, mesmo que não seja durante a nossa vida física…

  4. insurance companies

    ringside elliptical.domed,qualified.dog insurance http://dog-insurance.1more-insurance.com/

  5. phentermine disse:

    phentermine

    sheared?pups interrupt pray industrialist irreducible.phentermine http://phenterminehclhere.blogspot.com/


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado