Quando os vilões são punidos no fim da novela

Os viloes sao punidos no fimFalar da baixa qualidade de nossos programas de televisão parece já ser lugar-comum. Os horários nobres, aqueles de maior audência, são destinados pelas emissoras de TV à transmissão de novelas. E aí mora o perigo. Como toda trama, isso desde já o teatro clássico, ateniense, há que existir elementos em confronto, portanto, pessoas boas – os mocinhos – e pessoas más, os vilões e vilãs. O ponto é que a novela – como toda novela – se arrasta por dezenas de dias. Nesse tempo o espaço maior é dedicado aos “maus”. Aqueles personagens que personificam preconceitos, que são racistas, que ultrajam as mulheres, que fazem pouco caso com as questões éticas. Mas, ao final da novela, nos últimos cinco ou três capitulos, eis que eles recebem a punição exemplar, são execrados, desmascarados e terminam exemplarmente condenados. A questão que não quer calar é: um telespectador aguentaria a ver a novela até sua semana final? E as milhares de cenas que vieram antes, quando eles ainda não são desmascarados? Que lições nossos filhos aprendem? É, são questões que incomodam a todo pai, a toda mãe, a todo educador que vêem seus esforços visando passar valores nobres irm or água abaixo. Proponho que roteiristas de novelas deviam ser alertados a dosar as punições o longo da trama, pois senão, quem haverá de afimar que o crime não compensa?


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado