Racismo é um tipo de epidemia

Na memória da pele carregamos as experiências dantescas conduzidas pelo Dr. Joseph Mengelle durante o Reich Nazista, em busca da pureza racial. As experiências falharam, então os nazistas optaram pelo extermínio físico de milhões de judeus. Temos ainda em nossa memória coletiva as cruzes incendiadas do Mississipi, ateadas pela Ku Klux Klan, organização criminosa criada em 1866 e cujos objetivos podem ser discernidos nestas palavras de seu chefe supremo, Robert Shelton: “Nada faremos contra os negros desde que eles permaneçam em seus lugares, engraxando nossos sapatos e limpando nossas privadas”. Vejamos a História do Brasil: índios e negros são escravizados para que produzam riquezas para o dominador – não por acaso, branco. Tanto negros quanto índios eram considerados “inferiores”, com baixo nível de inteligência. Essa suposição concedia aos seus “senhores” uma motivação moral para mantê-los no regime escravista. O preconceito racial é algo que merece uma ampla reflexão. Como Sartre bem definiu, “o racismo é um estado de espírito patológico, uma forma de irracionalidade, um tipo de epidemia”.

4 Responses so far.

  1. Tolerância Zero 15/9/2005 11:08

    Um dos maiores males da humanidade. E não devemos tolerá-lo sob qualquer pretexto!Nem de brincadeira! Ele viola a dignidade do ser humano. Nos vejamos no lugar de uma vítima desse mal!!Aos olhos de Deus, somos todos iguais, independente de tudo mais…Um abraço.

  2. phentermine disse:

    phentermine

    splits corral Renoir!implausible phentermine http://phenterminehclhere.blogspot.com/

  3. chantix disse:

    If you are keen not to fall prey to irreparable diseases like lung and throat cancer then obtain chantix from chantixhome and get rid of smoking addiction.

  4. bruno disse:

    vc poderia mais claro.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado