As mulheres continuam levando a pior!

As mulheres continuam levando a piorAs mulheres compõem a maioria da força de trabalho de meio-expediente e temporária nos países desenvolvidos, enquanto nas nações em desenvolvimento (com a exceção do norte da África), 60% ou mais das mulheres trabalhadoras se inserem no mercado de trabalho informal. As mulheres das zonas rurais passam horas trabalhando arduamente em culturas familiares, freqüentemente sem receberem qualquer remuneração. Aquelas das áreas urbanas trabalham em fábricas não regulamentadas, ganhando centavos pela produção de artigos que são remetidos para mercados distantes. Além do mais, a totalidade do trabalho feminino continua sendo mal entendida e estudada. Sabemos que as conseqüências de se trabalhar informalmente não se restringem aos baixos salários, incluindo também a ausência de direitos humanos e de inclusão social. Comparados aos indivíduos que trabalham na economia formal, os que atuam na economia informal possuem menos acesso a água limpa, eletricidade e serviços sociais; são mais vulneráveis à perda de propriedade e à incapacitação; e contam com menos acesso a bens financeiros, físicos e outros. É difícil imaginar um maior distanciamento físico e psicológico, ou um maior desequilíbrio –em termos de poder, rendimento e estilo de vida– do que o existente entre a mulher que costura roupas ou bolas de futebol na sua casa no Paquistão para uma rede de varejo na Europa ou na América do Norte. Ainda há muito a fazer para termos a igualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho!

3 Responses so far.

  1. Glaucia disse:

    E como é difícil levar as pessoas a pensarem sobre isso: igualdade entre homens e mulheres. Mas vamos seguindo e mostrando que sem este equilibrio o mundo não estará em ordem….

  2. Jhullyanna Cintra disse:

    è mais uma questão que deve ser levada em conta dos os dias…
    Se lenbrarmos como é que foi instituido o dia internacional de mulher ….não foi pela sua gloria ou pelo seu trabalho e sim pelo seu sofrimento que o mundo parou no incendio no Eua e decidiu homenagear 250 mulheres que morrerão queimadas em um incendio em uma malharia…
    O cumulo maior é que as mulheres são extramente exploradas ainda hj …das mais variadas formar possivies
    Basta com tudo isso!
    O clamor revolucionario grita amargurado no peito destas que são o ventre do mundo !
    Abraços a todos

  3. Catrina Cavalcante de Jesus disse:

    ” SER MULHER”

    Sempre tive orgulho de “Ser Mulher”… mas vejo que a luta da igualdade entre homens e mulheres, é uma questão que será resolvida num tempo futuro, unicamente porque acreditamos nas promessas e Leis Sagradas de Bahá’u’lláh, de que tanto os homens quanto as mulheres têm o mesmo valor perante Deus, como ser espiritual e ser humano, na verdade as mulheres sempre levam a pior em tudo. Desde a gravidez de uma mãe, podemos perceber em 90% dos casos que os pais mesmo sem saberem o sexo do bebê, já começam a falar “meu filho”, filhão etc, até que por volta de quatro ou cinco meses de gravidez é feita a ultrassonografia, e é constatado que o sexo é feminino, ainda assim o pai costuma dizer ” mas pode ser que o exame deu errado, as vezes é menino”, é… seja o que for será bem-vindo.

    O machismo está tão enrraízado no coração dos homens contra a mulher, que a maioria quando se separa de um casamento por algum tipo de problema sem solução, passam a ter um
    desprezo e desrespeito tão grande pela mulher, mesmo sendo ela a mãe dos filhos dele, muitos deixando até mesmo de pagarem seu direito de pensão aos filhos tendo ela que trabalhar e lutar sózinha para cria-los e educa-los, por puro machismo arrastando longos processos na justiça que seriam até desnecessários, como é caso de milhares de mulheres no mundo, e muitas que eu conheço pessoalmente. No caso de um segundo casamento, não são vistas da mesma forma que no primeiro casamento, pelas pessoas e mesmo pelo seu segundo marido; que acha que ela não têm o mesmo direito que a primeira, e muitas vezes a discrimina com palavras doídas a respeito da significação do primeiro casamento, primeira esposa, filhos do primeiro casamento etc.

    Na verdade eu gostaria que o mundo fosse diferente, e essa visão dos homens com relação as mulheres mudassem de uma vez por todas, de que nós somos especiais diante de Deus e da vida. Estou falando de experiência pessoal e do que sinto diante do problema de muitas mulheres que vivem esse dilema. Muitas coisas terão que serem mudadas no mundo e na consciência dos homens sobre as mulheres, pois o Homem e a Mulher são como o pássaro com duas asas, e que não pode voar sem que elas estejam em perfeito equilíbrio. Um pássaro não nasceu somente com uma asa, ele jamais poderá alcançar as alturas sem as duas asas, nos ensina assim Bahá’u’lláh. As mulheres serão as responsaveis por trazerem a Paz ao mundo, devido ao seu instinto dócil e materno pois ela jamais gostaria de mandar seu filho para matar ou para morrer na guerra, elas são as apaziguadoras.

    Catarina Cavalcante de Jesus
    Bahá’i de Goiânia


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado