Furacao Katrina traz dor a todosAnteontem Kabul, ontem Bagdá, hoje Nova Orleans. O que elas têm em comum? O clima de guerra instaurado. Parece ter sido encurtada a distância entre o Afeganistão, o Iraque e os Estados Unidos. Porque em uma área de conflito, as regras não valem, o cada um por si e Deus por todos é o que comanda. Nos últimos dias o furacão Katrina passou pelo sul dos Estados Unidos e deixou 80% de Nova Orleans debaixo d’água. Qual um dilúvio pós-moderno, este foi amplamente noticiado pela defesa civil americana, os alarmes soaram com muita antecedência. Agora o caos, a insegurança, os saques, as explosões e os tiros marcam a passagem das horas no que restou da cidade. O quadro fica ainda mais agravado com a demora da chegada de ajuda humanitária. Falta água potável e faltam alimentos. Pessoas morrem e ficam insepultas nos abrigos improvisados e no seu grande estádio. A dor humana não tem nacionalidade nem passaporte. Um desabrigado em Kabul ou em Nova Orleans desfruta da mesma condição humana. Falta apenas que Cuba e Venezuela ofereçam ajuda humanitária ao Presidente Bush. Há que se repensar seriamente os danos que temos causado ao meio-ambiente. O Katrina é uma breve resposta da Mãe Natureza. Pensemos nisso e no Protocolo de Kyoto para proteger a camada de Ozônio que ainda não foi assinado por Washington.

6 Responses so far.

  1. Dad disse:

    Meu Amigo, postámos ao mesmo tempo a devastação, a miséria, o horror, os olhos vendados do maior poluidor do mundo. Estão a estragar a nossa casa, o nosso lar, sem dó nem piedade. Quem parará esta ignomínia???

  2. Sohrab disse:

    Parabens Tom pela sua lúcida comunicabilidade. A pesar de estramos no século 21 os acontecimentos natuaris de dimensões bíblicas continuam a ocorrer. A única diferença agora seria a solidariedade de toda a população mundial para oferecer socorros rápidos.

  3. Cleber disse:

    Realmente basta estar informado para verificar que a humanidade está no mesmo barco, seja de crises sociais, desastres naturais, guerra… etc..etc
    É necessário unidade entre as pessoas, entre as nações. Ou que está pra vir daqui pra frente se as coisas não melhorarem!?

    Vamos arregaçar as mangas!…

  4. Adriana disse:

    Curioso o seu comentário sobre Cuba… porque essa ajuda de Cuba acabou realmente sendo oferecida! O próprio Fidel Castro apareceu, oferecendo ajuda de médicos cubanos e oferecendo alimentos. Curioso…

  5. Lanna A. de Paula disse:

    Pois é, a maior potência mundial, precisa de ajuda do mundo!!! Até Cuba, se manifestou!!! Isso é maravilhoso!! Num mundo, onde as fronteiras individualizam, bloqueiam, incluem, excluem… Mas, a luz sempre chega á escuridão, como sempre, o bem é o vencedor. O mundo ajudará!!!

  6. Kleber disse:

    Bom, acho que todos estamos sem palavras para comentar esses desastres, mas temos que levar em conta que o Brasil não é um páis livres de desastres naturais.
    Acho que temos que se precave, e se preparar para o inesperado, tais como as enchentes. Imagine se houve-se uma chuva forte de horas em Sp, acho que não podemos imaginar o tamanho do caos que estaria por vir, acho também que a parceria do Brasil com o japão para aprofundar a calha do rio tiete não será sulficiente para escoar toda a água, embora tenha sido um grande passo para a população que vive aos aredores do rio.
    Enfim para nós, que se preocupamos com o nosso bem estar, e dos outros, sempre chegamos a uma conclusão, ficamos sempre nas mãos de politícos, acho que eles não se interessam tanto com o caos, pois não pegam as marginais todos os dias e não vê que não cabe mais carros em Sp, sem generalizar um problema que é politíco, não queremos fazer parte de estátisticas, queremos soluções antes dos problemas. Pois um problema leva o outro, precisamos de planejamento,planejamento junto a sociedade mostrando resultados.
    Fica aqui o meu comentário e desde já gradecido pela aportunidade.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado