Para escapar da armadilha da desigualdade

Escapando da armadilha da desigualdadeFoi divulgada a mais recente pesquisa do Banco Mundial sobre o desenvolvimento social no planeta. Os resultados devem servir de alerta às autoridades brasileiras e internacionais. Primeiro porque, segundo o documento, não só o Brasil está entre os países com os maiores níveis de desigualdade socioeconômica como também foi apontada a insuficiência de programas no combate à pobreza como o Bolsa-Família e o Fome Zero. A principal conclusão do estudo é a de que, para minimizar a pobreza, seria fundamental a implementação de políticas para garantir a “eqüidade”, entendida pelos autores do relatório como igualdade de oportunidades para todos os cidadãos. Nesse sentido, não bastaria colocar em marcha medidas que visam apenas ao crescimento econômico. Igualmente indispensáveis seriam medidas que garantissem a ampliação do acesso da população mais pobre à saúde e à educação, ao emprego, ao capital e aos direitos de propriedade da terra, além de aumentar sua participação nas decisões políticas. Nos termos do próprio documento, esse seria o remédio para escapar da “armadilha da desigualdade” – situação em que a elite se conserva no poder, por meio da criação de mecanismos que excluem o restante da sociedade.

6 Responses so far.

  1. Lila disse:

    Bom dia Washington,

    Que conclusão surpreendente!!! Realmente foi necessário um pesquisa profunda hehehe.
    Lendo essa pesquisa lembrei de uma frase que vc disse “o problema é que existe uma distância imensa entre intenção e gesto, entre palavra e ação, entre saber o que deve ser feito e fazer”.

    Um grande abraço,

  2. Odette disse:

    Olá Ton,
    Ontem eu estava vendo no RJ TV sobre o crescimento das favelas no Rio de Janeiro e me dei conta do tamanho do problema social no Brasil, especialmente em grandes cidades como a nossa. Muitas pessoas e instituições já estão fazendo muitoas coisas, inclusive os órgãos do governo, com projetos tipo Favela Bairro, Vilas Olímpicas, etc. Mas cada dia vemos que é necessário um esforço muito maior, infinitamente maior, principalmente de conscientização de muito, muito mais pessoas. Não quero citar classes sociais, pois essa é uma responsabilidade de todos.
    Quero parabenizá-lo pelo Blog, todos os dias estou acessando-o e acho que iniciativas como esta vão ajudar e muito para abrir os nossos olhos.

    Um abraço fraterno,

  3. Angélica Florez disse:

    Gostei muito da imagem deste texto… valeu Washington!!!

  4. Jonas Polli disse:

    Vossas Excelências os senadores e os deputados deveriam visitar seu blog diariamente, assim, poderiam se ligar mais sobre os dramas das classes carentes desse país. Poderiam se divertir também ao ver a ratoeira que ornamenta o comentário, por sinal, muito adequada em tempos de crises brbas como essas que estamos vivendo… nota 10 para o blog.

  5. Edione disse:

    E ai beleza!!!!
    Gostaria de deixar minha queixa em relação a segurança publica, o que não entendo é o por que eles tratam quem mora na periferia tão diferente de quem mora nos grandes centros, sera que os mesmos não enchergam que estão do mesmo lado da desigualdade que o nosso.
    Quando vão aprender que violencia se previne com parceria e educação.
    Eles não entendem que só o conhecimento nos livra da alienação.

  6. Taiane disse:

    Muito interreasante essa material amei


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado