Viol ncia contra a mulher 01A violência física e psicológica contra as mulheres é um dos grandes males da sociedade atual. Afinal, em muitas partes do mundo os códigos legais e as práticas habituais ainda tratam as mulheres como cidadãs de segunda classe, negando-lhes o direito à propriedade, a viajar livremente e a ter acesso a recursos econômicos. Em muitos países as mulheres não têm representação equivalente aos homens nos cargos de liderança. Isso faz com que elas não disponham, com freqüência, do poder necessário para tomar decisões básicas e fazer escolhas bem fundamentadas sobre a sua própria saúde. E, infelizmente, as mulheres nunca escaparão da violência se continuarem dependentes financeiramente dos homens e restringirem seu valor social ao cumprimento dos papéis de esposas e mães. A Sociedade Mundial de Vitimologia, instituição sediada na Holanda, em alentada pesquisa sobre a condição feminina em 54 países, concluiu que as mulheres brasileiras são as que mais sofrem com a violência no âmbito familiar. Os números são estarrecedores: 23% das mulheres estão sujeitas à violência doméstica no Brasil. Além disso, em cerca de 70% dos incidentes de violência contra a mulher, o agressor é o próprio marido ou o companheiro. Faz-se necessária e inadiável, uma profunda mudança de atitude da sociedade para com as mulheres.

11 Responses so far.

  1. Mto triste, essa realidade! Uma realidade cruel, covarde! Qdo o mundo masculino, vai abrir os olhos e vê o q está fazendo com suas companheiras, mães de seus filhos? Com certeza, é uma cicatriz profunda, da sociedade atual. Não há proteção, não há abrigo, consolo p essas mulheres sofridas, machucadas! Só Deus, é o Sustentáculo. Meu coração chora. Fui.

  2. Ceres disse:

    “…as mulheres nunca escaparão da violência se continuarem dependentes financeiramente dos homens, e RESTRINGIREM seu valor social ao cumprimento dos papéis de esposas e mães”. Puxa! Que afirmativa é esta? Sabemos quão importante é o papel desempenhado por esposas e mães. E este artigo reforça que o raiz do problema da violência física e psicológica contra as mulheres é este? A raiz deste grave problema, desta “DOENÇA” sem dúvida nenhuma não reside aí. Violência na verdade não é ação é reação. Em todo mundo as principais causas da violência são: o DESRESPEITO, a prepotência, as crises de raiva. Portanto a violência geralmente ocorre (o homem oprime a mulher no lar) quando o diálogo não foi capaz de resolver e o desrespeito impera. Inclusive este da não valorização dos afazeres doméstico que é “uma forma extremamente honrada e responsável, de importância fundamental para a sociedade” (nota 56 da CUJ no Kitáb´i-Aqdas). A melhor maneira de prevenir a violência ou trazer a cura para esta gravíssima DOENÇA é através de uma educação espiritual. Um homem espiritual cometeria abusos de violência física ou mental? É bem mais dificil disto acontecer….E aí entra novamente o importante papel das mulheres (mesmo as domésticas) como as primeiras educadoras de seus filhos e de seus esposos. Ceres

  3. Marcia Kawabe disse:

    É um horror isso! Mas um título que nós brasileiros não faríamos nenhuma questão de possuir 🙁

  4. Desde criança noto a prepotência masculina contra as mulheres. Na cidade onde passei minha infância e adolescencia, todos sabiam onde ficava o CABARÉ DA MARGARIDA BRAZ”. As mulheres de familia eram proibidas de passarem por aquela rua e as que morava naquela casa não podia sair na rua. Todavia, meu pai, meus tios
    e demais homens casados e pertecentes a alta sociedade, renomados esposos e pais de família, severos com as filhas e esposas, estavam sempre naquela casa e todos nós sabiamos da situação. Contudo, as esposas e filhas dos bandidos eram obrigadas a aceitar a atitude deles c a l a d a s, mesmo porque àquela época, mulher separada do marido não era aceita nem como empregada doméstica. Era ordem dos homens.
    Hoje, o que mudou? Ainda que de maneira sutil, impera o machismo, principalmente dentro do lar. E o que é pior, as mulheres de classe média alta, tem vergonha de contar a violência psicológica que suporta do esposo, vai levando a vida a espera de melhores dias que nunca virão. As esposas de maridos ricos ou pobres moram onde os maridos querem, viajam, com eles, para onde eles querem, enfim, agem como eles gostam. O que mudou do tempo de minha avó para cá foi a maneira con que as coisas são conduzidas. Antigamente, quando a mulher pedia dinheiro ao marido, ele´perguntava: para que você quer esse dinheiro? Agora, existe esta e outra maneira de falar no bendito dinheiro: O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO COM O SEU DINHEIRO? A mulher continua sendo rsponsável pelos problemas da casa. O que sai errado a culpa é dela. Sabem de uma coisa? não vejo graça nem diferença no ontem e no hoje. Com a devidas exceções, é preciso urgente, uma escola para ensinar o homem ser gente, ter respeito com ele próprio, enfim, domesticá-lo. Alguém há de pensar: mas não são as mulheres que educam os meninos, onde está o papel da mãe?
    Eu tenho a resposta: As mães educam os filhos nos moldes ditados pelo pai que também tem a obrigação de educar os filhos para serem homens sadios e não sádicos. Quem quiser saber o que é o homem observem os presídios, as guerras, a
    violência que impera no mundo e quem destruiu a mãe natureza. Cuidem dos meninos, antes que seja tarde demais.

    ass. uma mulher que fugiu de casa com apenas 14 anos de idade, com a ajuda da mãe, viveu vinte anos trabalhando em casas de família para sustentar seus estudos,
    viu e viveu um mundo de miséria, observando as meninas de rua serem estupradas pelos homens ditos intelectuais. Foi Professora, Promotora de Justiça, Juíza de Direito,
    casada há 37 anos com o mesmo marido, mãe de duas filhas maiores, uma Bioquímica, casada e mãe de dois filhos, a outra,Juíza de Direito. Hoje, aposentada e
    mantendo a união da família com unhas e dentes, porque entende que lutar é preciso.
    09.11.2005

  5. izabela disse:

    a violencia esta muito grande temos q tomar cuidado

  6. jujuba disse:

    isto é uma coisa muito horrível, que infelismente acontece no nosso pais
    mas existe leis que podem modoficar isso

  7. luana disse:

    eu acho q o mundo deveria tomar mis cuidado. por queo mundotinhaqser paz e amor porque hoje em dia as pessoas ñ ligam mais em usar camisinha.

  8. Anderson W. disse:

    Cabe a todos, uma mudança de direção, não é apenas isto, mas muitas coisas que devem mudar, hj estão valorizando mais do que nunca o corpo da mulher, é propaganda de cerveja e tudo mais o que se pode imaginar, no Brasil, não existe programa de comédia, sem uma mulher que tire a roupa, com relação a violência doméstica, é só verificar o fato cultural do Brasil, tudo bem que a violência pode ocorrer em lares abastados também, mas o país sofre com a falta de cultura, mesmo das pessoas ricas e bem de vida, nas comunidades mais carentes então, não há o que falar.
    Caberia a todos esses homens, evoluir, mas como iriam evoluir, existem milhões de bares espalhados pelo pais, no fim do expediente, muitos desses vão lá, enchem a cara, e no retorno ao lar, qualquer coisa pode gerar uma briga.

  9. Izabel disse:

    Bom, na minha opiniao uma mudanca de direcao é a saida sim, claro, mas nao é facil. Eu tenho 25 anos de idade, sou formada, mas nao arranjei emprego. conheci meu marido ainda quando tava na faculdade e fomos morar juntos. Depois de um tempo me casei no civil. ele sempre foi agressivo com palavras, ja chagou ate a me dar uns empurroes, mas nunca passou disso. Hoje, ja com 5 anos de casada, dependo financeiramente dele pois tenho uma filha de um relacionamento anterior a este e no momento el esta passando por momentos complicados e eu nao posso deixa-la sozinha. sou agredida verbalmente quase que diariamente e ate tento levantar a voz p me defender, mas ele nao deixa. ele me oprime e no momento o que posso fazer é calar. Minha familia sempre notou o jeito dele comigo e com o mundo e por isso me virou as costas. Nao me ajudam. E eu nao tenho a quem pedir ajuda. No momento rezo por um milagre ou uma saida pra mim. No momento apenas rezo.

  10. Renata e Lidiane disse:

    OS HOMENS SAO MUITO MAUS COM AS MULHERES
    SAO UM BANDO DE CAVALOS, MAS NAO É TODOS
    OBRIGADO POR DEIXAR A GENTE PARTICIPAR DESSA NOTICIA
    XAUUUUU………..
    BJSSSSSSS…………
    QUE Deus ilumina nossos passos
    ass: Lidiane e Renata

  11. larissa disse:

    sobre o caso isabela eu tenhoa a dizer q seu pai i sua madrasta sao eu covardes de ter essa atitudi de tira a vida da filha


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado