Armas de fogo e o Sistema Único de Saúde

Armas de fogo e o Sistema  nico de Sa deLesões de arma de fogo custaram R$ 19 mi ao Sistema Único de Saúde, o SUS. Em 2004, foram registradas 19.678 internações no SUS causadas por lesões de armas de fogo e os custos econômicos somaram quase R$ 19 milhões. O levantamento foi feito pela assessoria técnica do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, utilizando informações do Sistema de Informações Hospitalares do Ministério da Saúde. O Secretário de Saúde de Minas Gerais, Marcus Pestana, manifestou publicamente o apoio do colegiado de Secretários Estaduais de Saúde à proibição da comercialização de armas de fogo. Pestana, apresentou os dados epidemiológicos e custos para o SUS com as internações por armas de fogo. O impacto da violência na saúde da população brasileira também pode ser medido pelos dados de mortalidade. Segundo os dados do Ministério da Saúde, 270 mil brasileiros morreram por arma de fogo na década de 90, o que equivale a uma taxa média de 19 mortes por 100 mil habitantes. Nos países desenvolvidos da Europa e da Ásia, essa taxa se expressa inferior a duas mortes por 100 mil habitantes. Como a população brasileira irá votar no dia 23 de outubro sobre a proibição ou não de armas de fogo e munição, é bom termo esses números antes de tomarmos a decisão final. Neste caso, nosso voto poderá, também, fazer a diferença.

4 Responses so far.

  1. luzdourada disse:

    A violência…sempre a violência! O ser humano é, sem dúvida o mais violento de todos os seres viventes pois mata por razões absolutamente mesquinhas… Cada vez mais é necessário que os Órgãos de Soberania Mundiais legislem a sério sobre desarmamento e punam os países que não cumpram a valer, a lei. Espero que o direito inalienável das eleições no vosso país, contribua para que o desarmamento dos civis possa vir a acontecer na realidade, pois o crescendo, se não se realizar, será cada vez mais intenso.

  2. COSTAMED disse:

    ha violencia; so diminuira quando olver punição, igualdade de direito, entre pobres ricos; armas so para as peçoas qualificadas,preparadas,não pra esses agromerados ,que so pença em si dar bem;

  3. Tonho disse:

    Armas de fogo são objetos desenvolvidos para defesa individual das pessoas as quais respeitam a lei. (e não para criminosos)

    Lamentavelmente o crime organizado conseguiu ter acesso à armas (não importanto se tem leis ou não proibindo ou regulando a questão) , sendo assim ele as utiliza para praticar crimes e se impor como estado paralelo, esta é a dura realidade Brasileira , mas não por culpa do cidadão brasileiro , pois o mesmo votou NÃO à proibição do comércio de armas de fogo e governo formado por defensores de vagabundos , aprovou uma lei na “calada da noite” contrariando e cerceando o direito de defesa do cidadão brasileiro , foi um ato de traição.

    Os frutos dessa política desarmamentista que é anti brasileira , a gente vê nos tele-jornais todos os dias , são assaltos , seqüestros , estupro , furtos e uma vasta gama de crimes que são praticados à plena luz do dia, tudo graças a medida , contrária ao direito de defesa do cidadão brasileiro. (O criminoso antes não tinha a certeza de que a pessoa que ele iria atacar podia estar armada , agora ele age com tranqüilidade) .Quem tem que ter medo não é cidadão , é o bandido.

    Pode ser perigoso possuir uma arma , mas é infinitamente mais perigoso não ter o direito de se defender perante um agressor , que pode ser qualquer um nos dias de hoje .

  4. marcio disse:

    todos os comentários são cobertos de razão!
    abaixo a violÊncia!!!!


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado