Pneus assassinosA cada dia o anúncio de um novo modelo de automóvel. As cenas na TV mostram um mundo de segurança e de felicidade. O que esses anúncios não trazem são as marcas da irresponsabilidade empresarial, os cuidados que deveriam ser tomados – e não foram – com a segurança dos seus usuários. Com isso na cabeça, recebi a informação de que a fabricante de pneus Bridgestone Firestone vai pagar US$ 240 milhões à Ford como indenização devido a um lote de pneus defeituosos enviados à montadora entre 2000 e 2001. Os defeitos nos pneus resultaram em cerca de 800 acidentes e 271 mortes. A Ford acabou obrigada a trocar mais de 30 milhões de pneus com defeitos, e o custo da operação bateu os US$ 3 bilhões. A fabricante de pneus diz que o acordo encerra todas as pendências financeiras entre as duas empresas envolvidas no caso. Mas não encerra a dor dos familiares que tiveram seus entes queridos vitimados. Foram nada menos que 271 vidas interrompidas pelos pneus assassinos da Bridgestone Firestone. É tempo de lembrar a frase de Oscar Schindler, resgatada no filme de Spielberg, A Lista de Schindler. Ao final do filme aparecia a frase: “Quem salva uma só vida, salva a humanidade inteira.” Então… quantas humanidades foram sacrificadas pelo pouco caso com que foi tratada a segurança dos usuários dessa marca de veículos???

6 Responses so far.

  1. Washington,
    Eu fico sempre desconfiado destas notícias sobre a irresponsabilidade social das empresas. No mundo do capitalismo financeiro selvagem em que vivemos, este é o tipo de campanhas que por vezes as empresas fazem em relação à concorrência.
    Por esse motivo torna-se dificil perceber onde acaba a verdade e começa a calúnia.

    Mas sobre a irresponsabilidade social das empresas, poderia falar-te hoje de um banco privado portugues que anunciou ontem que vai despedir mais de 1000 funcionarios, todos com mais de 55 anos.
    Já imaginou o que isso significa? Nessa idade a maioria das pessoas tem filhos que estão prestes a ir para a Universidade. Com essa idade quem vai arranjar emprego?

  2. Andrea Bastos disse:

    Empresas inescrupulosas que somente visam ao lucro dificilmente compreenderão o sentido de se perder uma vida… há que se ter um choque de ética empresarial, mas antes, há que se entender que existe uma ética da vida!…

  3. Karam-Davis disse:

    Deveriam ter falido, pagar apenas um quarto de milhão de dólares é pouco demais em relação aos custos e danos que as multinacionais americanas causam ao bem-estar da população como um todo! Muito oportuno tratar desse tema, termina sendo uma denúncia para empresas que apenas querem aparecer bem na foto.

  4. Jonas Resende disse:

    Trsite mundo esse onde o lucro deve vir a qualquer custo, mesmo que para tal tenham que ser, como vc diz, ceifadas quase três centenas de vidas… Se a moda pega no Brasil teremos em breve muitas indenizacoes milionárias: contra a Souza Crus (cigarros), a Coca-cola (a própria), o McDonaldes (os sanduichinhos feitos com carne de minhoca) etc etc

  5. Cleide Lana disse:

    Caros,

    Com certeza é um problema de responsabilidade social tremendo, porém cabe avaliar que essa responsabilidade não foi apenas da Firestone. Se vocês estudarem o case irão identificar que um grupo de advogados, em pesquisa, descobriu em 96 quais eram os modelos que estavam com problemas, mas não notificaram as agências regulamentadoras para não prejudicar as ações de alguns clientes destes… onde está a responsabilidade cívica deste grupo??? que poderia ter identificado os problemas e dado maior agilidade no processo de recall??? Outra coisa: e a situação dos milhares de funcionários que perderam emprego da fábrica de Decatur, Illinois (onde tinham sido produzidos tais pneus) por causa desta guerra comercial???? Isto também é responsabilidade social. E a Forde? nâo tem sua parcela de culpa por falta de estudos e análises de especificação do produto??? As vidas e o sofrimento dos familiares que as perderam não podemos recuperar, mas a quantas vidas seriam afetadas se a multinacional morresse junto??? ficam minhas questões.

  6. Maria aparecida disse:

    Perdi meu marido em um acidente com um pneu firestone agrícola,gostaria de saber se tem algum registro de acidente com pneus agrícolas.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado