Casamento em alta, é o que diz o IBGE

Casamento em altaVoltemos à pesquisa do IBGE, “Síntese dos Indicadores Sociais“, recentemente divulgada Os brasileiros estão se casando oficialmente mais, Em 2004, foram realizados 806.968 casamentos em todo o país, o que representa 7,7% a mais do que no ano anterior. O crescimento vem ocorrendo desde 2001 e pode ser explicado, em parte, pelo aumento dos casamentos coletivos, frutos de parcerias entre prefeituras, cartórios e igrejas, com o objetivo de legalizar as uniões consensuais de quem não tem condições financeiras. Em 2004, a média de idade das mulheres na data do primeiro casamento foi de 25,2 anos e para os homens, de 28,1 anos. Considerando todos os casamentos, as médias sobem para 27 e 30,4 anos, respectivamente. Já a média de duração dos casamentos no país foi de 11,5 anos. O destaque positivo ficou com o Rio Grande do Sul e com Santa Catarina, cujas médias de duração das uniões legais atingiram 13 e 12,7 anos, respectivamente. Por outro lado, o Amazonas (8,8 anos) e o Acre (9,8 anos) ficaram com as piores colocações. É bastante interessante ver esse ressurgimento do interesse pelo casamento, uma das mais antigas instituições da sociedade humana e que, vez por outra, vem um especialista e declara que o casamento está com os dias contados. Pelo jeito, a história é bem diferente. Pelo menos no Brasil deste início de século.

One Response so far.

  1. leandro disse:

    g.mgnfignçjlgnfygfkdlmxndsjpflxvkvnlfadfdfjdfjdfjkdfjkd


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado