Emprego e dignidade humana caminham juntos

Emprego e dignidade andam juntosA questão do desemprego continua assombrando a sociedade brasileira. Neste espaço temos abordado o tema sobre diversos ângulos. Mas hoje, temos uma boa notícia. O mercado de trabalho formal gerou 229.803 empregos com carteira assinada em abril de 2006. É o segundo melhor resultado para o mês, perdendo para os 266.000 de abril do ano passado. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, já somam 569.506 novas vagas no ano, um recorde para o primeiro quadrimestre. Especialistas acreditam que 2006 poderá terminar tendo sido criados cerca de 1.400 mil empregos formais. Em abril houve contratação por praticamente todos os setores, com destaque para a indústria de transformação, serviços, agronegócios, comércio e construção civil. Segundo o Caged, a indústria de transformação gerou 78.000 postos no mês passado, com crescimento maior na área de produtos alimentícios. O setor de serviços criou 72.627 vagas com bom desempenho da área de administração imobiliária, alojamentos, alimentação. Serviços é também o setor que mais cresceu no quadrimestre, com 231.000 postos. Vem em seguida, com destaque, a agricultura, com 32.718 postos, principalmente com ampliação de mão-de-obra para o corte de cana-de-açúcar do interior paulista. É difícil ter uma vida digna, ter os direitos respeitados, se não existir emprego. Emprego e dignidade humana caminham juntos. É preciso acelerar e muito, a criação de novos postos de trabalho em todo o país. Emprego é sim, uma grave questão de direito.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado