Em uma nova e preocupante advertência a respeito das mudanças climáticas no planeta, o cientista-chefe do governo britânico, David King, fez um apelo para que medidas sejam imediatamente adotadas em todo o mundo contra o efeito estufa, embora sejam necessárias décadas para que os resultados apareçam. Em entrevista concedida à rede britânica BBC, David King assegurou que mesmo nas previsões mais otimistas, os elevados níveis de dióxido de carbono levarão a um aumento de três graus centígrados na temperatura atual, o que poderá ser fatal para o planeta. Poucos ecossistemas terrestres serão capazes de se adaptar ao aumento de temperatura. E mais, de acordo com o cientista, até 400 milhões de pessoas em todo o mundo poderão sofrer com a fome, já que com as alterações climáticas serão perdidas entre 20 e 400 milhões de toneladas de cereais. O Reino Unido sofrerá os graves efeitos do aumento da temperatura, pois poderá registrar um “ataque costeiro”, ou seja, uma série de inundações procedentes da elevação do nível do mar. De acordo com a advertência do especialista, atualmente os níveis de dióxido de carbono superam o dobro dos registrados antes do começo da Revolução Industrial do século 19. Uma coisa é certa, não é aceitável nem desejável que sucumbamos à desesperança de dizer que não há nada que possamos fazer. É muito importante entender que podemos enfrentar os riscos. Quando iremos entender que “a Terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos” ? Afinal essa lição já tem mais de 162 anos que foi proferida por um prisioneiro persa, Bahá´u´lláh, por volta de 1863.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado