A “tal” liberdade de pensamento…

liberdade do pensamentoHoje. 14 de julho, se comemora em todo o mundo, o Dia da Liberdade de Pensamento. É um tema muito atual e que merece nossa reflexão, afinal trata-se de um direito consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Um direito por sinal, muitas vezes violado. Um caso famoso é o do escritor indiano Salman Rushdie, refugiado em Londres, por ter tido a ousadia de escrever um livro – Os Versos Perspícuos – que não caiu bem no gosto dos clérigos muçulmanos e por isso foi condenado à morte ainda nos anos de 1990. Vale lembrar o singelo texto do escritor Malba Tahan, em seu livro “Lendas do Céu e da Terra”. Ele escreveu: “Nunca te arrependerás: De teres freado a língua, quando pretendias dizer o que não convinha. De teres pensado antes de falar. De teres perdoado aos que te fizeram mal. De teres suportado com paciência faltas alheias. De teres sido cortês e honesto com tudo e com todos.” Em vários países intelectuais encontram-se presos por terem ousado pensar livremente. Afinal, nunca como agora, pensar é uma questão de direito inalienável para cada ser humano.

6 Responses so far.

  1. Luca oliveira disse:

    Cara, curti muito seu site.
    Estou “linkando”-o no meu blog… Se não se importa.
    Show de bola!!!

  2. andrea disse:

    Amei esta foto será que poderia me autorizar usa-la no conteúdo de uma midia indoor??
    Andrea

  3. Tania Ricciardi disse:

    Liberdade de pensamento, assunto polêmico e que a cada um pela própria liberdade é dado o direito de agir de acordo com a sua consciência.
    Liberdade para mim está ligada diretamente ao livre arbítrio, mas minha liberdade termina aonde começa a do outro.
    Liberdade de pensamento, estamos no insconsciente universal, assim penso eu, e então nossos pensamentos podem de alguma forma atingir a outras pessoas.
    Não confundir liberdade com libertinagem.
    Liberdade até mesmo de pensamento, mas com responsabilidade.

  4. José Davi disse:

    Er… o oi foi pra testar…
    Liberdade de pensamento diz respeito ao que não se diz, o que há por vir e aquilo que não dito e não feito portanto, tornou-se a mola propulsora de um pensamento maior, por sua eloquência vertiginosa, serpenteou por entre lágrimas nos porões de navios negreiros, caiu no mar e chegando junto com as ondas, beijou a terra, espaço Sagrado do homem…


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado