Até lá… continuaremos bebendo água

Continuaremos bebendo  guaE a cada dia os conceitos arraigados há tanto tempo parecem se desmanchar ante o avanço das pesquisas científicas. Comentaremos hoje a questão da água. Água para matar a sede, para melhorar a saúde e para emagrecer. Todos esses conceitos populares ajudam a pensar que quanto mais água bebemos melhor. Mas os cientistas dizem que a antiga fórmula está errada. É o que afirma um recente estudo hispano-americano indicando que o consumo excessivo de água até prejudica a saúde. Leio no sítio do Universo OnLine que segundo o Centro Superior de Investigações Científicas da Espanha e o Instituto de Medicina dos Estados Unidos, “há recomendações para a quantidade diária que o corpo necessita, mas afirmar que um ser humano requer oito copos de água por dia como regra geral não tem nenhuma base científica”, explicou o diretor do comitê espanhol, Alberto Casteller. O estudo indica que, em média, uma mulher deve ingerir diariamente uns 2,7 litros e um homem cerca de 3,7 litros. Mas nessa contagem entram todos os tipos de bebidas e até alimentos que contém água. O restante sobra. Para cada caso é preciso considerar a temperatura ambiente, o tipo de atividade diária e se há prática de exercícios físicos. Como é um assunto instigante voltaremos ao tema em breve. Até lá, continuaremos bebendo água.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado