Compromisso: “Todos pela Educação”

Luz da unidadeUm grupo que inclui empresários, educadores e representantes do poder público lançou nos últimos dias no Museu do Ipiranga, em São Paulo, o Compromisso Todos pela Educação, um projeto com objetivo de mobilizar a população a reivindicar uma melhoria da qualidade do ensino no país. O projeto estabeleceu cinco metas para o desenvolvimento do setor. Até 2011, o investimento deverá ser de 5% do PIB –atualmente, são investidos cerca de 3,7%. As outras quatro metas tem prazo até 2022 e são: 98% das crianças e jovens entre 4 e 17 anos deverão estar na escola; toda criança de 8 anos deverá saber ler e escrever; ao menos 60% dos alunos deverão aprender o que é apropriado para sua série; 80% dos jovens com idade até 16 anos deverão ter completado o ensino fundamental e 70% dos jovens até 19 anos, o ensino médio. A união de esforços em torno de uma causa comum, como a de melhorar a qualidade da educação no país certamente irá produzir ótimos frutos. Pois a luz da unidade é tão poderosa que pode, realmente, iluminar a Terra inteira, como afirmou ´Abdu´l-Bahá (1844-1921), no século passado.

One Response so far.

  1. SAM disse:

    É uma iniciativa boa, cuja praticabilidade ainda deve ser avaliada. Mas não importa! Se as palavras forem convertidas em ação e a vontade em esforço, já é um grandioso passo.

    Mas o que necessitamos hoje é o amparo mundial, a iniciativa global. Compartilho aqui os números da Time desta semana que me asssustaram:
    43 MILHÕES de crianças em todo o mundo são privadas da educação primária por causa de guerras e conflitos (o número aumentaria se incluíssemos as situações sociais);
    Só na Somália, 89% das crianças com idade escolar não frequenta a escola…

    Repito, a iniciativa que você menciona aqui é boa, mas deve ser convertida em ação e servir de exemplo global! Isso, como você diz, é uma questão de direito.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado