Violência se discute na escola, sim!

Violencianasescolas 02Destacamos o recente e oportuno comentário do educador Márcio Ferrari. Ele disse: “A grave crise de segurança que atinge as cidades brasileiras é, cada vez mais, um desafio para os educadores. “A situação piorou na sociedade em geral, com ações de gangues e grupos armados e disputas entre traficantes que afetam diretamente a escola”, diz a socióloga Miriam Abramovay, de Brasília. No primeiro semestre, os atentados cometidos em São Paulo pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) revelaram um novo estágio da degradação urbana e também a fragilidade da população diante das ameaças e da desinformação – as ruas ficaram desertas por causa dos ônibus incendiados, dos prédios danificados, das dezenas de mortos, entre policiais e suspeitos, e também graças a uma boataria pesada. Os acontecimentos levaram parte da população a acordar para um fenômeno já grave há muitos anos, que atinge com especial perversidade as crianças e os jovens. Segundo pesquisa do Instituto Cidadania e da Fundação Perseu Abramo, a violência é o tema que mais preocupa os brasileiros entre 15 e 24 anos (55% do total), à frente de emprego (52%) e Educação (17%). A pouca importância relativa dada à própria formação evidencia o descompasso entre o ensino e o “mundo lá fora”. Uma coisa é certa: Fechar os olhos para assuntos incômodos que afetam toda a sociedade só dificulta as relações entre professores e alunos e traz reflexos negativos à aprendizagem.

5 Responses so far.

  1. Provavelmente seria importante que toda a gente se convencesse que o Monopólio da violência devia pertencer ao Estado.
    A autoridade paralela, tal como a dos narcotraficantes, é vergonhosa em qualquer parte do mundo.

  2. cristiane disse:

    se vc esta sozinha lige para min gostosa

  3. cristiane disse:

    se vc esta sozinha lige para mim gostoso

  4. carolina disse:

    E MT GRAVE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    MAMEM FDX

  5. claudia cutrim disse:

    Passamos por uma crise social e moral, os valores invertidos, a crise da violência esta presente em varios setores da sociedade.. o que devemos mudar, o homem ser cultural e antropologico ou sistema , que não funciona nem dentro e nen fora.. ´so existe uma `”verdade” onde podemos encontra-la… quem somos…, o quê estamos nos tornando , precisamos urgentemente passar por um processo de humnização.. ou não vamos deixar nada, nem legado para as futuras gerações.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado