A planetização da humanidade…

A planetiza  o da humanidade 

Passada a euforia que tomou conta de nossos últimos 15 anos de história mundial, quando eventos como globalização, blocos econômicos continentais, mundialização fizeram parte do cardápio de nossas atenções, é chegado o momento de considerarmos que, pela primeira vez na História, é agora possível ver o planeta em sua totalidade, com os seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. E bem podemos, afirmar sem medo de errar, que a paz mundial não é somente possível, mas inevitável. E mais, que ela é o próximo estágio na evolução deste planeta. Estava certo um pensador quando afirmava que estamos no início de um vasto processo de  “planetização da humanidade”. O que significa isso? Nada mais que somos todos interdependentes que temos muitos mais coisas a nos unir que a nos dividir. É uma questão de direito urgente considerar que fazemos parte de uma mesma espécie, a espécie humana. E devemos agir como tal se desejamos realmente construir um novo ordenamento mundial, imune ao vírus das guerras e dos conflitos infindáveis.

3 Responses so far.

  1. jozefina disse:

    lokão issu ai que seis falaram parabeisu e cont asssi,m

  2. guto disse:

    Só a Planetização da humanidade salvará a Mãe Terra, se os homens não abrirem os olhos a tempo e não entenderem que a inter-dependencia entre as pessoas é um ótima forma de começar a mudança da Globalização, ligada a valores economicos, e agora a era da Planetização que é o contato maior dos humanos com a realidade da cosmologia da Terra. É dificil encontrar quem maltrata a própria mãe, nós sabemos que a resposta divina serão as frutas que foramplantadas, na era da Globalização, pelo menos parao FMI, OMC, Banco Mundial entre outros
    Esta na hora de slavar nossa mãe e salvar os homens vitimas das informações que dão conta da Globalização a melhor coisa queaconteceu, o avanço mais rápido da ciencia, mas tudo em prol de alguns e contra totalmente a Terra.
    Pau neles……….
    guto


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado