Transformando o ambiente de trabalhoSempre escuto especialistas em recursos humanos em várias emissoras de rádio ou leito texto desses profissionais. É impressionante verificar como existem intrigas e mal-entendidos em um ambiente de trabalho, seja um banco, em estação de rádio ou uma repartição pública. Os que detêm cargos de chefia fazem, na maioria das vezes, prevalecer sua própria vontade, descarregam seus sentimentos, nem sempre muito positivos, em pessoas que estão sob seu comando. Aliás, não é de hoje que estes locais onde muitos passam a maior parte útil de seus dias, de segunda a sexta-feira, terminam sendo pequenos infernos, onde as relações humanas são contaminadas como se o fossem por um vírus, o da gripe, por exemplo. É que tem se optado pela atitude de satisfazer a chefia, independentemente se sua postura é ética ou moral. Afinal, ninguém se atreve a fazer algo que possa lhe custar o salário do fim do mês. Tenho recebido emails de pessoas nessa situação e apenas aconselho a que tente transformar toda atitude conflituosa em uma atitude positiva, de harmonia. Sou daqueles que ainda acreditam que a saúde também pode contagiar. Voltaremos ao assunto.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado