Vendo o mundo como… um só!

Vendo o mundo como um s

Cada vez mais devemos ver o mundo como um só. E isso tem a ver com o aumento da cooperação entre os países. Cooperação em várias frentes, das questões culturais, com o apreço pela diversidade, questões financeiras, com o apoio a pesquisas na área de saúde que possam salvar milhares de vidas, cooperação com a segurança pública. Pois bem, leio que a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nos últimos dias que seis países em desenvolvimento, incluindo o Brasil, receberão doações financeiras para produzir localmente vacinas contra a gripe aviária e prevenir uma eventual pandemia. Três dos seis países são particularmente afetados pelo vírus H5N1 da gripe aviária: Indonésia, Tailândia e Vietnã. Os outros dois contemplados são Índia e México. Cada país receberá imediatamente 2,5 milhões de dólares, doados por Japão e Estados Unidos, para obter a tecnologia necessária à produção das vacinas, informa a OMS em um comunicado. Os especialistas afirmam que existe um déficit bilhões de doses de vacinas. Aliás, isso é confirmado pelo secretário de saúde dos Estados Unidos quando disse que “a capacidade de produção mundial de vacinas contra a gripe está muito longe das necessidades para proteger seis bilhões de pessoas no caso de pandemia de gripe”.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado