A cada dia uma nova denúncia de corrupção

Edney Gouveia, de Juiz de Fora, Minas Gerais, me pergunta como vejo a situação do país em meio a tantos escândalos de corrupção. Termina fazendo a pergunta que não quer calar: Aonde isso irá parar? Meu caro Edney, a indignação que você sente é tanta ou igual à que sinto. É fato que a cada dia uma nova denúncia de corrupção aparece na mídia. É fato que a corrupção vem de longe na nossa história. Talvez antes mesmo do tratado de Tordesilhas, nos 1600, com a concessão das sesmarias. Mas ser algo muito antigo não quer dizer que tenhamos que conviver com tal fenômeno. A corrupção é um dos sinais mais visíveis da decadência moral de uma sociedade e de um povo. Afinal, os corruptos graúdos, em grande maioria, são aqueles que receberam nosso voto para esse ou aquele cargo, seja no executivo, seja no legislativo.  Ou seja, não precisa ser sociólogo para dizer que nossos representantes eleitos são uma imagem refletida de nossa sociedade. Longe de ser alarmista, considero positivo que tais eventos venham à superfície e que a mídia os amplifique como puder. Não se trata uma doença sem um diagnóstico prévio. A cada dois anos temos eleições, a cada dois anos podemos rever os nomes que deverão ser digitados nas cabines de votação. Este é apenas um começo. E começa com cada um de nós.

One Response so far.

  1. Talaricus disse:

    O grande problema é estarmos nos acostumando com a impunidade. Com tanta denúncia e notícias trocadas, as informações caem no esquecimento. É um caso de roubo que não deu em nada, uma lavagem de dinheiro que ficou por isso mesmo, uso abusivo de poder que gerou apenas uma cassação, e por ai vai.
    Se o congresso fosse no Rio de Janeiro ou em qualquer grande centro brasileiro, as coisas seriam diferentes.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado