Grande risco do surgimento de novas epidemias

Futuro mais seguroDoenças infecciosas estão se propagando mais depressa do que nunca, de acordo com o relatório anual da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com cerca de 2,1 bilhões de pessoas viajando de avião todos os anos, há um grande risco do surgimento de outras grandes epidemias como Aids, Sars ou febre de Ebola. A OMS pede mais esforços para combater surtos de doenças e que sejam compartilhados dados sobre vírus para ajudar a desenvolver vacinas. Em um relatório intitulado Um Futuro Mais Seguro, a entidade diz temer que a falta de ação no combate aos surtos possa ter um impacto devastador sobre a economia global e a segurança internacional. Segundo a OMS, novas doenças estão surgindo em um ritmo “historicamente sem precedentes” de uma por ano. Desde a década de 70, 39 novas doenças se desenvolveram e, só nos últimos cinco anos, a OMS identificou mais de 1,1 mil epidemias, incluindo cólera, pólio e gripe aviária. O relatório termina de forma contundente. Eis o que diz: “Seria extremamente ingênuo e complacente pensar que não haverá outra doença como a Aids, outro Ebola e outra Sars, mais cedo ou mais tarde” e “Compartilhar dados médicos, habilidades e tecnologia entre nações ricas e pobres é “uma das rotas mais viáveis” para segurança sanitária, afirma o relatório. 

One Response so far.

  1. Amália Lima disse:

    muitoo util…….


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado