Parece que Tropa de Elite nao terminou

Na última semana uma situação que deveria ser rara parece ter virado rotina. É que cerca de 2.400 estudantes da Rocinha (zona sul do Rio) ficaram sem aulas, um morador foi baleado e uma farda do exército foi apreendida em uma operação do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e de policiais militares na favela. A policia carioca classificou ação de rotineira. Cerca de 40 policiais participaram da operação. A troca de tiros também levou três escolas municipais que funcionam na favela a cancelar as aulas de todos os turnos ontem. No total, cerca de 2.400 alunos dos colégios Paula Brito, Abelardo Barbosa e Bento Rubião, todos na Rocinha, ficaram sem aulas, segundo a Secretaria Municipal de Educação do Rio. É rotina essa situação de desespero de todos, sejam pais, alunos ou moradores da Rocinha em geral. Parece-nos que as cenas do filme Tropa de Elite continuam sendo feitas. Segurança mais do que nunca é uma grave questão de direito.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado