Lara, 10 anos

Bratz     Esta semana minha filha caçula comemorou os seus 10 anos de vida. Me dei conta de como ela cresceu e me surpreendi ao ver que ela já tem uma visão de mundo. Ao pegar em sua mão senti seus dedos apertarem os meus. E isso foi muito bonito, emocionante mesmo. Seu nome é Lara. Pois bem, ela reuniu muitas amigas da sala de aula em uma famosa pizzaria de Brasília e apenas dois amigos da mesma sala de aula. Aquelas crianças falavam palavras novas, algo como ter bratitude, uma referência ao filme das Bratz. Não se intimidavam em desfiar um rosário de qualidades que a aniversariante tinha. Para aquelas crianças de 8 a 11 anos de idade o passado, o presente e o futuro estavam ali em volta daquele ambiente ornamentado com balões e outros enfeites mais. Elas traziam consigo o sorriso do mundo que tanto precisamos. A confiança de que tudo dará certo. Que apesar de tudo o que vivemos viver ainda é a grande aposta de suas joviais vidas. Dançaram, fizeram coreografias das Bratz, ensaiaram passos de hip-hop. E de última hora um amigo chegou para filmar. É uma questão de direito valorizar esses pequenos e fugidios momentos em família. Tais momentos parecem ser a matéria-prima disso que chamamos de felicidade.

2 Responses so far.

  1. Renê Couto disse:

    É Tom, o tempo passa e as crianças crescem…

    Parabéns à Larinha trabalhosa.
    Garota sapeca que amamos demais da conta!

    E se depender dos pais, teremos ai, uma fabulosa cidadã do mundo.

    Fica o abraço e a amizade certa,
    Renê Couto

  2. Elaheh disse:

    Nem sei qual é a data deste post, porém acho que nunca é tarde para desejar felicidade a alguém tão doce e tão amável como a Lara.
    Muita felicidade Larinha meu amor que Deus te abençoe.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado