Associação no Japão ensina a dizer “eu te amo”

Eu te amo Jap oUma associação criada por japoneses ensina os maridos a dizer “eu te amo” para suas mulheres, além de estabelecer regras para demonstrar a devoção às parceiras em público e em casa. E quando pensávamos que quase tudo já havia sido pensado, criado, inventado, eis que somos informados que a Nihon Aisaika Kyokai (Associação dos Maridos Devotados do Japão) foi formada em 2004 e conta como membros 150 homens de meia-idade. O órgão promove eventos em que os maridos expressam sua devoção em público, num movimento que a entidade define como capaz de “colaborar para a paz mundial”, além de ajudar a “conservar o meio ambiente”. Eventos deste tipo vêm sendo realizados há três anos no Parque Hibiya, um dos maiores de Tóquio, e numa plantação de repolhos da localidade de Tsumagoi, distante quase 150 km da capital japonesa, onde se situa a sede da entidade. “Na época dos samurais, o homem que mais tinha sucesso com as mulheres era o que não dizia eu tem amo”, conta o fundador da associação, Kiyotaka Yamana. “O japonês acha que há mais valor em não dizer ‘eu te amo’ do que em expressar este sentimento. Só que, na prática, isso não funciona”. 

One Response so far.

  1. Jean Lucas disse:

    Por não conseguir expressar seus sentimentos é que o Japão possui o maior índice de suicídios do mundo. O pior é que essa doença afeta os pais que também não transmitem carinho aos seus filhos. O resultado: nunca teve tantos assassinatos de pais pelos filhos. Será que é uma doença japonesa?


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado