Big Brother 8 finalmente terminaFinalmente o Big Brother Brasil em sua oitava edição de 2008 terminou. Um jovem, misto de entregador de alface em Campinas (SP) e integrante de um conjunto musical levou a bolada de 1 milhão de reais. Uma de suas primeiras frases ao sair do confinamento após quase 90 dias de reclusão, foi “Estou rico!” Pois bem, muita gente acredita que, com R$ 1 milhão no bolso, todos os problemas do mundo sumiriam e a vida seguiria às mil maravilhas. Em vésperas de sorteios da loteria e da Mega-Sena, ou em dia de decisão de reality show, você, ouvinte, já deve ter sonhado com o que fazer com esse dinheirão. Um apartamento de cobertura na cidade, uma mansão na praia, carros importados na garagem, jantares caros e viagens a lugares paradisíacos. Se fizer assim, esteja seguro de que no final de um mês, essa bolada teria sumido… A coisa mais importante a ser feita antes de sair gastando muito dinheiro é planejar a melhor alocação para ele. E isso vai depender muito de cada caso. A decisão de quanto consumir está relacionada com o nível atual de seu patrimônio. Se você já acumulou bastante durante sua vida, certamente não irá precisar gastar muito. Nesse caso, a melhor decisão é investir bem o dinheiro e aproveitar seus rendimentos. . É preciso ter controle! Dessa forma, a sugestão é consumir no máximo 30% do total, ou R$ 300 mil. Dá para comprar uma boa casa, trocar de carro e ainda ajudar alguns parentes e amigos. E não se esqueça de aplicar o resto, os outros R$ 700 mil. Em primeiro lugar, a questão-chave é a preservação de seu patrimônio. Desse modo, a dica é investir a maior parte em aplicações tradicionais, em que você não corre grandes riscos. Enfim, como dizia um amigo meu: “Tenho preocupação em ganhar R$ 1 milhão pois teria que me preocupar muito sobre o que fazer com ele…” Então, comece a pensar desde logo, nessa época de o universo conspirando a nosso favor, pode ser que isso venha a acontecer mais rápido do que você espera!


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado