“Que Deus nos ajude!”

Acompanhei na Globo News a posse de Barack Obama na presidência dos Estados Unidos. O tom era ufanista. Os comentaristas estavam bem empolgados ao ponto de perguntarem ao correspondente da rede em Washington “como ele estava segurando a emoção”. A grande menção ao novo presidente norte-americano dizia respeito a ele ser o primeiro negro a alcançar essa posição maior da política naquele país. No mais, os eventos habituais: música popular a cargo da decana Aretha Franklin, música clássica (um arranjo de John Williams com performance de ninguém menos que Yo Yo Ma e outros músicos famosos), declamação de poema de W. Alexander, recitação de juramento, duas saudações de religiosos, discurso de Obama e execução do bonito (mas muito triste) hino americano. Apesar do frio, dois ou três graus acima de zero, a multidão foi calculada em mais de 2 milhões. Esperando passar os bailes (quase uma centena) desta noite estão aguardando o novo staff político da nação americana alguns insistentes convidados às agendas diárias: duas guerras (Iraque e Afeganistão), Oriente Médio (Israel e Hamas na Faixa de Gaza), terremotos financeiros em escala mundial, com constantes epicentros em Wall Street, gerando milhões desempregados a cada semana. Neste contexto, vale recordar o que foi agregado ao juramento dos presidentes americanos: So God help us!

One Response so far.

  1. Hengameh Lara disse:

    Querido Tom…
    Te envio meu blog com meus desenhos e alguns pensamentos… coloquei o seu link para dar acesso as pessoas que visualizarem o meu, ok???
    Qdo quiser deixar algo esteja a vontade…
    beijao e sauds
    Hengameh


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado