Prisão de Abu Ghraib é reaberta com novo nome

abuA inauguração foi simples: um alto funcionário do ministério da Justiça simplesmente declarou reaberta neste sábado a prisão que ficou conhecida internacionalmente como Abu Ghraib, mas que agora se chama Prisão Central de Bagdá.

O prédio que ganhou notoriedade em todo o mundo por causa de casos de maus tratos de prisioneiros nas mãos de autoridades americanas e deve começar a receber milhares de presos em breve.

Desde dezembro, algumas centenas de presidiários já começaram a encher as celas, mas só agora a instituição vai ser realmente ativada.

Em uma primeira fase, devem ser transferidos para o local 3,5 mil criminosos para uma das quatro alas do complexo, que tem uma capacidade máxima para abrigar até 12 mil pessoas.

Melhorias

Desde o ano passado, as instalações foram devolvidas pelo Comando Militar americano ao governo do Iraque.

Entre as melhorias trazidas pela extensa reforma no local estão uma sala de computadores, um ginásio, uma nova cantina e instalações hospitalares, além de uma nova biblioteca.

O correspondente da BBC Jim Muir participou de uma visita guiada à prisão e afirma ter visto uma realidade distante da que foi revelada ao mundo em 2004 por fotos tiradas por militares americanos de presos sendo humilhados, que projetaram a má fama de Abu Ghraib mundo afora.

De acordo com Muir, a Prisão Central de Bagdá está sendo promovida pelos iraquianos como um modelo para o sistema penitenciário do país.

As autoridades americanas ainda mantêm cerca de 14,5 mil prisioneiros que, de acordo com um novo acordo com o governo iraquiano, devem ser liberados em grupos de 50 diariamente até o fim de 2009.

Entre eles, há cerca de 5 mil que são considerados “terroristas perigosos” pelos Estados Unidos e não devem ser libertados, mas sim ter a custódia transferida para as autoridades do Iraque, para que permaneçam presos em instalações iraquianas. (BBC)


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado