Plantão | Publicada em 15/08/2009 às 11h45m

O GloboTEERÃ – Sete membros da religião Baháí, do Irã, vão ser julgados napróxima terça-feira sob acusação de espionarem Israel e de “insultarem santidades”.

Os sete líderes do Baháí foram presos em maio e levados para a prisão Evin, em Teerã, depois que oficiais da inteligência iraniana invadirem suas casas no meio da madrugada.

A religião Baháí foi banida do Irã pelo líder revolucionário islâmico, que considera esta fé herética. Existem cerca de 300 mil seguidores do Bahais no Irã, seu país de origem.Centenas deles foram presos e executados desde a revolução islâmica do Irã, em 1979. Os Bahais consideram Bahaullah, o homem que no século 19 fundou a religião, um profeta.


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado