Aprovação de comentários no Cidadão do Mundo

blogdotorcedor1 1Então… por falta mesmo de tempo estou moderando (aprovando, rejeitando) comentários recebidos para os textos aqui publicados a intervalos cada vez maiores: antes fazia isso a cada 60 dias e agora, a cada 90/100 dias. Só rejeito comentários que contenham insultos, palavras ofensivas. Os demais são todos aprovados assim mesmo no atacado pois é difícil arranjar tempo para ler tantos comentários. Termino lendo “na diagonal”.

Acabo de aprovar 174 comentários, a maioria composta por elogios, ações de encorajamento a continuart, expressões da bondade humana que sabemos ser realmente infinita. E rejeitei apenas 17 pelos motivos já mencionados.

No entanto 272 comentários adicionais foram sumariamente apagados e referem-se aos últimos 30 dias: eram mensagens indesejáveis, dessas que recebem o nome em inglês “spam”. São textos esquisitos vendendo coisas inúteis, em especial, medicamentos, gente pedindo ajuda para receber dívida de bilhões de euros em algum país africano e outros postando o que chamo de “bulas de remédio”, não dizem coisa com coisa.

Há cerca de dois anos estou escrevendo semanalmente nos seguintes endereços virtuais: http://www.observatoriodaimprensa.com.br; http://www.cartamaior.com.br; http://www.adital.com.br Aqueles que me conhecem via textos notarão que tais artigos são diferentes dos que costumo publicar aqui no Cidadão do Mundo. É que os temas são enfocados pelo viés de minha profissão que é o jornalismo. No caso presente faço crítica da imprensa. De novo devido à escassez de tempo (tenho que me adequar às 24 horas que compõem o dia) tenho deixado de escrever reflexões de caráter mais humanista e espiritualista: amor, saudade, arte, religião, alma, criança, poesia, pintura, música, paz, união dos povos, raças e credos, igualdade entre homens e mulheres, desarmamento, horrores do racismo, ataques aos direitos humanos, defesa dos direitos humanos de populações vulneráveis.

Tenho também o tuíter: aquele papo curto com no máximo 140 letras a cada vez. Meu endereço lá: wlaraujo. Quem tiver algo urgente a me comunicar utilize meu novo email, especialmente criado para atender amigos que frequentam este espaço virtual: wlandrade9@gmail.com

Um abraço a todos e a certeza que nossa maior tragédia é não sabermos o que fazer com a vida.

Washington Araújo


ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado