Buscar um rosto na multidão não é tarefa fácil em lugar algum. Mas uma multidão que caminha em ondas e movimentos sincronizados só poderia ser vislumbrada na Vela Déli. Ali as mulheres levam para passear saris vermelhos e verdes, em tons muito vivos e vibrantes, e os homens vagueiam com túnicas brancas, cinzas, marrons esmaecidos. O conjunto de rostos, roupas e cores formam um movimento ondulante de cabeças humanas sopradas pelo vento do entardecer. Nenhuma multidão tem mais personalidade que esta que me enfrentou, estando eu na contramão, numa tarde cheia de mistério e magia. A magia e o mistério de existir e pertencer a uma mesma espécie: a humana.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado