Existe um lugar para se repousar… eternamente. Quando o pássaro do espírito abandona a gaiola que o aprisiona, o pensamento me leva, em frações de segundo, a cruzar os portões do Great Northern Cemetery, em New Southgate, Londres. Os gestos contidos dos britânicos, o culto às tradições, a pompa e circunstância que atende pelo epíteto de fleuma britânica reforçam este sentimento. Não sei de onde tirei a idéia de que Londres é um lugar para morrer em paz. Mas pressinto que é. A Águia Dourada do Northern Cemetery observa, de algum ponto do além, a marcha da humanidade. Um pouco mais distantes, os turistas são “clicados” diante do imponente portão do Palácio de Buckingham ou são flagrados embaixo do Big Bem perguntando: “onde é mesmo que fica o Big Bem?”. A resposta britânica será imediata: “Look up!”.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado