New York é a maçã mordida. As culturas se encontram e se despedem em Manhattan. Berço do capitalismo, é uma tentação para os olhos e para os bolsos. Aqui você encontra de tudo um pouco. Pensou em arte? Eis o Metropolitan e o Museu de História Natural. Pensou em diversão: a Broadway e o SoHo, Chinatown e o Central Park. Pode ser visitada também como se fosse não uma loja, mas uma “cidade de departamentos”; não um shopping-center, mas uma cidades-shopping. New York apresenta uma boa combinação da diversidade humana. Um pouco de cada nação parece se encontrar em Manhattan. As línguas faladas lembram uma Babel tecno. Os paladares, mesmo os mais exóticos, podem ser saciados logo ali no quarteirão da esquina. A opulência de edifícios rasgando o horizonte urbano se contrapõe aos milhares de sem-teto vagando pelas ruas amplas, limpas e sinalizadas de New York. O gospel dos domingos no Harlem…. Quem mordeu esta cidade-maçã dificilmente esquecerá seu sabor. E nem sempre a maçã está, vamos dizer, apetitosa, no ponto.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado