No Reveillon de 1994, estava na Suíça, em Roshahr, dançando uma valsa de Strauss (Danúbio Azul), enquanto em um telão eram transmitidas imagens da passagem de ano em cinco capitais européias. A temperatura: cinco graus abaixo de zero. Nunca havia passado pela cabeça a idéia de mudar de ano dançando uma valsa.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Observatório da Imprensa
  • Vale

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

  • Carta Maior
  • Meu Advogado